Franquia de educação ou bandeira própria: qual o melhor investimento?

Neander Souza

, Franquias

Muitos empreendedores ficam indecisos entre abrir uma franquia de educação ou criar o negócio próprio do zero. Os dois modelos de negócio apresentam vantagens e riscos, e a escolha deverá se basear em alguns fatores como o perfil do empreendedor e o capital disponível para investimentos.

Para você que está indeciso sobre qual é a melhor opção de investimento, destacamos as principais vantagens de cada modelo de negócio. Confira!

Vantagens da bandeira própria

Liberdade e controle da empresa

Ao criar uma empresa do zero, o empreendedor terá toda a liberdade de moldar a identidade do negócio e todos os elementos que o compõe. Ao contrário da franquia, o empresário tem maior controle da empresa e é livre para usar e abusar da criatividade para elaborar estratégias e novos modelos de negócio.

Agilidade na tomada de decisões

O empreendedor poderá resolver problemas mais rapidamente, já que possui total controle da gestão da empresa. Mas atenção: é necessário investir na gestão de pessoas, para que a tomada de decisão não afete a estabilidade da empresa.

Vantagens da franquia

Riscos reduzidos

Ao abrir uma franquia de educação, por exemplo, o franqueado operará um negócio já estruturado no mercado, com um modelo enxuto e público-alvo bem definido. Por ser um “modelo de sucesso estruturado” os riscos são reduzidos em comparação à bandeira própria.

De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), apenas 5% das franquias com até cinco anos de existência fecham as portas. Esse dado é um indicativo interessante, mas abrir uma franquia de educação não é por si só garantia de sucesso: é preciso planejamento, investimento e muita dedicação.

Negócio testado e aprovado

Um dos grandes desafios de quem está montando uma empresa é a criação da marca e o investimento para estruturá-la no mercado. Ao adquirir uma franquia, o empresário pulará essa etapa, já que franchising consiste essencialmente na “réplica” de um modelo de negócios já bem-sucedido no mercado.

Assim, o empreendedor administrará um negócio que já possui uma clientela definida, contando com todo o suporte da franqueadora para obter o êxito em sua unidade.

Suporte e padronização

Ao abrir uma franquia de educação, o franqueado operará um negócio padronizado.

A padronização é uma das características principais da franquia, pois é a partir desse processo que será possível replicar o mesmo sucesso em todas as unidades. Portanto, o franqueado poderá oferecer produtos e serviços com a mesma qualidade da empresa franqueadora.

Para quem não possui experiência prévia em gestão, os guias e treinamentos oferecidos pela franqueadora são essenciais para que o empresário entenda como funciona o negócio e o modelo de operação.

Perfil do empreendedor

Se você é uma pessoa criativa, tem boas ideias e gosta de fazer as coisas do seu jeito, então operar sob bandeira própria poderá ser mais vantajoso.

No entanto, se o seu objetivo é administrar um negócio estruturado e mais seguro, e se você não tem problemas em seguir padrões, uma franquia é a solução ideal para seu empreendimento.

Em resumo: a franquia de educação tem menos riscos e menos controle. Já abrir uma empresa do zero oferece mais controle e, em contrapartida, mais ricos. Faça uma autoanálise e escolha qual desses modelos atende suas necessidades como empreendedor.

E você, já sabe em qual modelo vai investir? Faça um comentário e compartilhe sua experiência com a gente!

franquia casa do construtor

Deixe uma resposta