Como escolher uma franquia para investir em 8 passos

Se você tem economizado dinheiro para, um dia, abrir uma empresa, um negócio e alcançar a tão sonhada independência financeira, você está no lugar certo. Afinal, quando o assunto é investimento, todo cuidado é pouco. Dúvidas sobre como abrir seu próprio negócio ou como escolher uma franquia podem surgir. Todo empreendimento necessita ser bem planejado.

Para um atirador de elite, basta um centímetro de desvio de sua arma para ele errar o alvo com uma margem de centenas de metros. O mesmo acontece em todo tipo de planejamento. Neste momento, basta uma decisão tomada sem estudo e preparo para que os seus valiosos recursos como dinheiro e tempo nunca mais voltem.

Com uma boa quantia em dinheiro, surge uma questão que talvez você ainda não tenha tido meios de responder.

Abro um negócio próprio? Adquiro uma franquia? Mas como escolher uma franquia?

Isso é bem comum. O Brasil é o país mais empreendedor do mundo, mas também, é um dos países que mais fecha empresas por ano. Ou seja, todo dia, dezenas de empresas são começadas do zero e a maioria delas não suporta os primeiros anos e nem chega a cobrir o investimento total inicial.

Abrir um negócio próprio é muito arriscado

Por outro lado, aplicar o dinheiro é mais seguro. No entanto, o retorno do investimento é realmente bastante lento. Muitas vezes, dependendo do mercado, não vale a pena pois o retorno é menor que a inflação — como o caso atual da poupança.

Qual a melhor opção? Com a franquia, você consegue um modelo de negócio já estruturado e testado à exaustão. Uma marca com maior conhecimento de mercado (lançar uma do zero é realmente custoso e lento), fornecedores já escolhidos e prontos para vender materiais por um preço em conta, treinamento para funcionários trabalharem de acordo com a franqueadora.

Além de tudo isso, conta com um suporte especializado. Empresários que se preocupam unicamente em garantir o sucesso de franquias. Eles o ajudarão a escolher o melhor ponto, o prédio mais adequado, a reforma com melhor custo benefício. Ajudarão com estratégias de marketing e muitos outros auxílios que garantirão que a sua iniciativa será bem-sucedida.

Não obstante, nem tudo é perfeito no mundo do franchising. Esses fatores estão presentes apenas em franquias de sucesso. Então surge a questão: como escolher uma franquia para investir?

Reflita sobre o seu perfil

Nem todas as pessoas possuem o perfil para ser franqueado. Isso significa que se você não gosta de utilizar modelos prontos e aplicar ideias de outras pessoas. E se em vez disso, prefere trabalhar por conta própria, de forma completamente independente; talvez você não tenha o perfil ideal.

Também existe o outro extremo: pessoas que acreditam que a franqueadora entregará tudo pronto e já rendendo lucros crescentes. Essas pessoas negligenciam o real esforço, necessário para transformar o negócio em um sucesso.

Analise o mercado a fundo

Você tem experiência na área em que pretende trabalhar? Isso não é vital, mas é indispensável que você estude o mercado no qual pretende trabalhar. Pergunte a si mesmo: onde eu quero implantar uma franquia, já existem empresas do mesmo segmento? Há público em potencial neste local?

Se você confiar apenas na percepção de outras pessoas, correrá o risco de abrir uma franquia e não ter público o suficiente para mantê-la aberta.

Conheça o público-alvo do negócio

Se você se certificou de que existe demanda junto ao público de interesse para o seu negócio. Comece a pesquisar quem são essas pessoas. Você deve entendê-las de tal forma, a ponto de conseguir entender todas as suas motivações, o que as move.

Isso lhe dará uma vantagem competitiva e o ajudará a fidelizar o seu consumidor com coisas que ele gosta, garantindo uma boa taxa de retorno de clientes e lucratividade.

Calcule o investimento inicial necessário

Estudiosos dizem que você não deve ter mais que 25% da quantia necessária para instalar uma franquia, advinda de empréstimos bancários. É muito importante que você tenha a quantidade de dinheiro correta para fazer o investimento.

Tenha uma previsão clara de retorno do investimento

Toda boa franquia possui, com sua experiência, o conhecimento do prazo médio do retorno do investimento, o dia do pay back. Até lá, você deve possuir uma previsão clara e um planejamento para trabalhar com foco e recursos para manter o negócio ativo para, a partir dali, ele ser sustentável.

Estude e verifique os números da franquia

Além da previsão de pay back, você deve estudar todos os números disponíveis da franquia — que são muitos:

  • Investimento inicial informado pela franqueadora;
  • Capital de Giro para que a empresa tenha dinheiro para honrar seus compromissos e garantir qualidade aos clientes;
  • Rentabilidade mensal prevista;
  • Lucratividade;
  • Tempo de retorno;
  • Quantidade de unidades;
  • Taxa de franquia;
  • Taxa de royalties;
  • Taxa de publicidade;
  • Custos fixos;
  • Custos variáveis;
  • Taxa de sucesso de franquias;
  • Outros.

Todos esses dados são importantes e eles contarão uma história sobre a franquia avaliada. Não tenha pressa nesse momento. Como dito antes, todo cuidado é pouco.

Leia o contrato — de verdade!

Você já deve saber isso, mas é sempre bom lembrar: nunca assine um contrato sem ler cada palavra dele.

Neste caso, avalie cada cláusula contratual individualmente e se necessário chame um profissional capacitado para ajudar você a não assinar um contrato que pode render futuras dores de cabeça.

Avalie a presença da franquia na internet e o reconhecimento da marca

Um dos fatores que tornaram o franchising um bom negócio é o fator de marketing. Imagine quanto custaria veicular uma campanha de anúncios nacionalmente ou regionalmente.

Com certeza é um valor impensável para a maioria dos novos empresários. Todavia, para uma franqueadora com dezenas de unidades, as chances de se fazer isso com sucesso são muito maiores.

Além disso, investigue como é a reputação da marca que você está considerando nas redes sociais, como Facebook, Twitter e até no Reclame Aqui. Elas são a principal ferramentas para aferir a audiência de uma marca, engajamento e avaliação positiva ou negativa.

Gostou deste artigo sobre como escolher uma franquia? Estamos sempre produzindo textos que ajudam no dia a dia de investidores. Que tal assinar nossa newsletter para receber nossas publicações e outros materiais diretamente em sua caixa de e-mail?

franquia casa do construtor

Deixe uma resposta