Aprenda como criar uma franquia de moda íntima

Neander Souza

, Franquias

Vestir uma bela lingerie por baixo da roupa deixa qualquer mulher mais bonita e confiante. Lingerie é um daqueles itens que vende uma sensação, muitas vezes associada a um momento especial e marcante. Uma franquia de moda íntima é um excelente negócio para investir (além de ser um mercado em constante crescimento).

Isso porque, além de ser um nicho muito amplo, o item é muito popular, tanto para os homens quanto para as mulheres.

Caso você queira saber como criar uma franquia de moda íntima, você está no lugar certo! Conheça os principais aspectos e passos para realizar esse sonho!

Passos para criar uma franquia de moda íntima

1. Elaborar plano de negócios

Elabore um plano de negócios para a sua nova franquia de lingerie. É o passo mais importante para uma empresa. O plano de negócios deve incluir:

  • o nome que você escolheu para o negócio;
  • definição do negócio;
  • forma de financiamento do investimento;
  • plano de ação;
  • visão de futuro;
  • localização;
  • e toda a investigação pertinente que você fez em relação à indústria e outras empresas de lingerie locais.

2. Fazer o investimento

Está na hora de investir. Caso não tenha a quantia necessária, peça um financiamento, mas tenha atenção em relação aos juros e correções. No plano de negócios, você já deverá saber a quantia necessária para abrir uma franquia e como movimentar o capital de giro satisfatoriamente.

3. Pesquisar um local para instalação

Claro, você gostaria de evitar um local que já possui uma loja de moda íntima por perto. Por isso, procure um local em um shopping ou uma avenida movimentada que já tem lojas que atendem o seu público-alvo, como lojas de vestido, spas, salões de beleza, roupas masculinas e femininas e até para gestantes. O público desse tipo de empreendimento pode ser o mesmo da sua franquia.

A localização também deve ser acessível ao público. Pergunte-se: terá estacionamento? As vagas serão fáceis de encontrar? Bairros movimentados são ideais, porque você pode fazer parcerias com outras franquias e se juntar a elas para oferecer facilidades aos clientes.

4. Não esquecer do benchmarking

Visite centros comerciais para identificar franquias de moda íntima, incluindo as grandes marcas. Pense fora da caixa, afinal, o que quer dizer moda íntima? Pesquise por potenciais nichos, e não apenas o tradicional.

Por exemplo, sutiãs para maternidade, tamanhos grandes, sutiãs para masectomia, são possibilidades que darão destaque a seu negócio. Entretanto, é interessante pensar na variedade, no que irá oferecer aos clientes.

5. Levar em consideração as exigências legais

O quarto passo para abrir uma franquia de moda íntima é observar quais exigências legais você terá de obedecer. É provável que você necessite de documentos como CNPJ, Alvará de funcionamento e registro na Junta Comercial.

Será preciso também contratar um contador para montar o plano trabalhista e como funcionará a empresa. Esse é o profissional responsável por estabelecer um sistema de contabilidade organizado. O contador vai calcular seus impostos e certificar-se que todos serão pagos em dia.

6. Decorar o ambiente

Montar a franquia de forma física é um passo gostoso, porque você terá de escolher itens para expor no ambiente. Geralmente, quando se fala em franquia, já existe um padrão, mas como você irá criar uma franquia própria, pense em como será a identidade da sua loja.

A loja de moda íntima terá de ter:

  • Um local para a exposição das peças, como vitrines, araras e prateleiras;
  • Um espaço para atender os clientes, logo, a arquitetura deve ser bem planejada para que não fique muito estreito ou largo o ambiente;
  • A área de estoque;
  • Espaço para reuniões e trabalhos administrativos;
  • E claro, a disposição de móveis e utensílios, desde manequins, até os demais acessórios.

E já que estamos falando de moda íntima, provadores (devem ficam no fim da loja, para dar mais privacidade) e espelhos são essenciais.

O layout da sua loja também faz parte da identidade visual. Manter a recepção perto da porta de entrada, por exemplo, é vital para cumprimentar os clientes. Deixar tudo organizado e bem higiênico promove uma excelente acolhida, afinal, a moda íntima é muito específica e está relacionada à saúde.

7. Reunir o inventário

Contrato com atacadistas, designers de rótulo e fabricantes para comprar inventário de moda íntima são apenas os primeiros passos para você ter um estoque completo! É importante comprar uma variedade de tamanhos, e incluir uma série de itens de lingerie para satisfazer os gostos dos clientes, tanto lingeries conservadoras quanto mais ousadas.

Também inclua quaisquer itens de varejo adicionais, como meias, chinelos e itens para festas de solteira ou presentes do chá de lingerie, principalmente se o seu público-alvo for o feminino.

Não se esqueça de que, mesmo nesses casos, os homens podem ser frequentadores e clientes, com o intuito de comprar presentes. A franquia de moda íntima, desse modo, pode levar em conta o público masculino, oferecendo peças para eles e itens adicionais.

8. Contratar a equipe de colaboradores

Certifique-se de que cada funcionário contratado tenha lido o manual do funcionário. Isso assegura que a sua franquia de moda íntima seja conduzida conforme as especificações legais, passando imagem de respeito ao trabalhador e de organização.

Treinar a sua equipe é vital, principalmente quando se fala em prestar atendimento de qualidade ao cliente. Faça com que todos saibam tudo sobre os produtos vendidos, gestão da franquia, modo de pagamento e resolução de imprevistos que podem acontecer frequentemente..

9. Trabalhar na divulgação

Divulgue! Coloque as peças mais atraentes na vitrine para conquistar novos clientes. Comercialize suas mercadorias também em um e-commerce e converse com os consumidores por meio de redes sociais.

Invista na inauguração, ofereça cupons de desconto exclusivos e proporcione uma experiência agradável dentro do estabelecimento.

10. Aumentar número de clientes

Torne seu negócio atraente ao público, pedindo para os clientes se inscreverem na sua newsletter.

Seja presente nas redes sociais, mande fotos das mais recentes tendências ou incentivos de programas de fidelização de clientes. Ofereça consultoria de lingerie ou pacotes de enxoval para os clientes que realizarem a primeira compra, por exemplo.

Crie um blog e marque presença nas redes sociais com página oficial da franquia de moda íntima, invista em marketing digital! É preciso que você entenda que ao abrir um canal de comunicação para com seu público, você tem mais uma opção de divulgação e compartilhamento.

Dê suporte ao cliente, seja acessível para atender as críticas e sugestões. É essencial que você conheça as necessidades do público-alvo, dessa forma é possível melhorar e aprimorar o negócio.

E aí, agora você já sabe como criar uma franquia de sucesso de moda íntima? Assine a nossa newsletter!

franquia casa do construtor

Deixe uma resposta